segunda-feira, 2 de junho de 2008

MARATONA DAS LEZIRIAS; NEM TUDO O QUE PARECE É...!

Esta tambem já está! Imagino que tenha sido este o feeling da maioria dos participantes, depois de terminada a Maratona das Lezirias... Não deixou saudade ou vontade de repetir e nem tão pouco muitas histórias para contar.
Para mim, foi por várias razões um passeio "estéril" e "amorfo".







- Simpáticos e rápidos na troca de emails que conduziu á inscrição (...), a organização pecou por não ter chegado a publicar no site oficial da maratona a altimetria da prova, como chegar á CL e como estava organizado o "programa social"; banhos e almoços... Quem perguntou recebeu um email, quem não perguntou tivesse perguntado!

- Na loja Sport Zone do Colombo - onde tinha de levantar o package - recusavam-se a dar-me a embalagem onde estava o meu nome e nº de BI, sem que lhes mostrasse para alem do BI a prova de pagamento. Ridiculo. Se eu não tivesse pago, estava lá um package com o meu nome? Certamente não! Foi preciso chamar o gerente... sinceramente já não tenho idade para filmes destes.



- Só através do "boca a boca" no final da prova, se percebeu que afinal o local para os duches e o almoço não seríam na Companhia das Lezirias mas sim em Benavente a quase 10 kms. dali. Inédito, no minimo!









- Disseram-me que por questões ambientais, a Administração da CL não autorizou a instalação de reboques duche no local, pois não era possível escoar deviamente as respectivas águas. Daí ter sido necessária a deslocação até Benavente. Muito bem, mas quando na promoção do evento (site da Sport Zone) se dizia que era uma"... oportunidade única de pedalares nos mesmos trilhos utilizados pelos bólides do Rally Lisboa-Dakar na 1ª Etapa Classificativa da edição de 2008...", pergunto: então e o equilibrio do ecosistema da CL não sería danificado com a passagem daquelas centenas de 4 e mais rodas motrizes? Se o Dakar tem acontecido, acho que não tinha dado para rolar naqueles trilhos de bike. E porquê? Simplesmente porque se já foram tantos os kms feitos em areia, imagine-se se a terra tivesse sido "lavrada" daquela forma!




- 1500 participantes? Perdão; 150. Ah bom! Ainda bem que foram só 150... Se fossem 1500 aqueles 40 kms tinham sido uma seca ainda maior! Sinceramente, acho que aquele espaço não tem condições para receber 1500 atletas e garantir-lhes nem a qualidade logistica nem a competitiva que procuram. Até porque a repetição do percurso não íria ajudar! Dizia ainda o site da Sport Zone: "...terás ao deu dispor dois percursos alternativos (40km e 80km) no meio da natureza sem pisares o alcatrão. O importante é participares e divertires-te...". Percursos alternativos? Como se era o mesmo?! Ah o importante mesmo é a diversão!



- Admito que a maioria dos bikers que optaram pelos 40 kms fizeram-no porque não era divertido repetir o percurso. Na sua maioria o percurso não era assim tão bonito, especial e extraordinário como cheguei a pensar. A Compª das Lezirias é um local especial e tem muitos atractivos paisagisticos, mas não foi por lá se rolou. Circulou-se sempre em estradão, no meio de sobreiros e pouco mais. Ah, e em areia! Por isso e porque não havía subidas nem descidas, não me dava pica fazê-lo outro vez!
- Não é assim tão linear pensar que 40 kms "em plano" se fazem num abrir e fechar de olhos. Primeiro porque se imprime um ritmo bastante alto, segundo porque se vai sempre no fito de filar o biker que vai á nossa frente e terceiro porque não há descidas para dar uma folga á perna! Foram 40 kms intensos e diferentes e apesar de tudo, gostei dessa diferença! Ou seja, participei e diverti-me. Só que eu divirto-me sempre que ando de bike, no entanto - e por isso é que participo nestes eventos - eu gosto mesmo é de ser surpreendido.

- Os Vacas Velhas estiveram presentes; éramos só 5 mas dos bons. O pelotão da frente foi sempre o Trips e o Jakas, seguidos a alguns minutos do trio Mourex, Marmax e Bijagóz. Nos ultimos 10 kms. Marmax descolou, tendo Mourex e Bijagóz terminado juntos. Foram exactamente 40 kms feitos em exactamente 2 horas. Not bad...





- O serviço de massagens estava muito bem organizado e admito que todos os que quisessem aliviar as pernas tiveram acesso aos cuidados dos técnicos que lá estiveram a trabalhar. Havíam no local cerca de 15 marquesas, o que, a 10 minutos de massagem a cada participante permitia que fossem massajadas cerca de 180 pernas por hora!

- Depois foi a "viagem" para os banhos no Pavilhão de Benavente. Logo depois, a "viagem" para o almoço. Foi no Restaurante Os Moços. Boas febras, bem temperadas e grelhadas e em quantidade recomendada, mas acompanhadas por umas tristes batatas fritas congeladas. Pena... A cerveja estava fresquinha e bem tirada. O Restaurante era pequenote; se fossem os tais 1500 participantes, como sería? Tenho a certeza que a simpática assistente que estava a receber-nos á porta do Restaurante tería uma boa resposta para dar a essa questão!!!


- Ao longo do percurso encontravam-se alguns fotógrafos. Nem um papelito no final nem um banner com o site onde se podem vir a encontrar as fotos... alguem sabe ou é melhor enviar um mail á organização?!

RETIRO O QUE DISSE; RECEBI NESTE PRECISO MOMENTO UM MAIL DA ORGANIZAÇÃO ACERCA DESTE ASSUNTO. Eu não disse logo no inicio que a comunicação por mail era exemplar?! Parabens á Ana Félix e ao Luis Lopes e a toda a organização por não terem desistido de organizar o evento. Acreditem, eu sei que nem sempre é fácil...!

AS FOTOS ESTÃO BOAS e the last but not the least, revelam bem a monotonia do traçado...

3 comentários:

Garcia - é sempre a dar-lhe... disse...

Olha olha, uma Vaca tresmalhada!!! Tá a volta prá manada... isso agora de andar a escrever em blog alheio não está com nada!! ;o)
Abç
Jakas

EL MOUREX disse...

Não é alheio; é MEO!!!
Comenta sempre que entenderes oh vacarronazona!
Como é que eu vou abandonar este bébé? Já viste a pinta do look? Há mais algum blog de bikes com este cenário? Não há pá!!!

Carlos disse...

Boa noite

Na qualidade de director do site www.ammamagazine.com (o tal onde estão todas as fotos)gstaria de esclarecer que desde a primeira hora, no espaço de Media no site da prova, estava a indicação de que as fotos seriam da nossa responsabilidade, motivo pelo qual decidimos que não seria necessária a distribuição de flyers com essa indicação. De qualquer forma devo dizer quew para a nossa equipa de foto-reportagem foi um grande prazer estar presente a fotografar tão grandes Campeões!!!! Abraço